O controle é realizado por um ano conjugalmente se houver parceiro fixo, acompanhado pela colpocitologia e pela videocolposcopia. Os intervalos variam na literatura internacional de trimestral, quadrimestral ou semestral.

É recomendada a utilização de preservativos femininos ou masculinos nos primeiros 6 meses para evitar infecção cruzada frente as falhas terapêuticas no casal.

A vantagem do laser de co2 é que pode ser repetido o procedimento mais de uma vez, o que não acontece com a cirurgia de alta frequência ou leep, os ácidos cáusticos, as cauterizações, que se limitam pelo alto poder de destruição tecidual produzindo perda de tecidos e funcionalidade anatômica.