O amadurecimento e envelhecimento natural, gravidez, obesidade, anticoncepcionais, nutrição, tabagismo, alcoolismo, dependência química e até a constituição genética impõem modificações na genitália feminina. São modificações como redução da elasticidade da pele, redução de hidratação, escurecimento da pele na região genital e partes internas das coxas e virilhas. Pode ocorrer também a redução da gordura subcutânea, produzindo um murchamento da genitália, hipertrofia dos pequenos lábios, aumento de gordura localizada na região suprapúbica, cicatrizes decorrentes de partos, perineoplastia, alargamento vaginal e incontinência urinária (IntimaLase e IncontiLase).